Coisas de mulher

Pesquisamos e encontramos respostas muito bacanas para explicar cada detalhe da vida feminina, de uma forma completa e fácil de entender.

Seu corpo

O corpo feminino é uma montanha-russa que você precisa conhecer bem.
Escolha um dos assuntos abaixo e boa leitura:

LINDO NÃO BASTA. TEM QUE SER SAUDÁVEL.

Seios perfeitos não são aqueles que correspondem ao padrão estético das revistas masculinas. Seios perfeitos são os que se encontram em plena saúde. E, embora pareça uma constatação óbvia, muitas mulheres ainda se preocupam mais em responder aos apelos externos de beleza do que cuidar de suas mamas. Tanto é assim que o câncer de mama é o que mais mata mulheres no Brasil. Triste realidade.

Ninguém vai negar que a busca por um peito atraente é tentadora. E também prazerosa. Basta, portanto, não esquecer as regrinhas básicas da boa conduta. Entre as mais relevantes estão a de permanecer vigilante em relação ao surgimento de qualquer tipo de nódulo na região, ou também de secreção no bico do seio.

O exame clínico de mama deve ser feito por seu médico uma vez por ano - mas você pode (e deve) realizar o autoexame mensalmente. Para isso, você precisa de um espelho e muita atenção. Concentre-se. Nada de fazer o exame enquanto conversa ou pensa em problemas do trabalho, do namorado, dos filhos... o foco é você. Diante do espelho, levante o braço direito e apalpe lentamente a mama desse lado, movimentando a mão esquerda por toda a região dos seios a axila. Por fim, aperte o mamilo para ver se algum líquido sai do bico. Repita o mesmo procedimento no outro lado. Achou algo estranho? Saiba que o câncer de mama normalmente não dói. É hora de procurar o especialista, seja seu ginecologista, seja um oncologista.

Os belos peitos que ilustram reportagens e invadem o imaginário masculino são compostos de glândulas e ductos para conduzir o leite para fora do mamilo. Eles devem ser tratados com carinho no seu status de referência ancestral da alimentação da espécie! Para conservá-los em boa saúde o segredo é o mesmo de sempre: cultivar bons hábitos. Bebida alcoólica em excesso, por exemplo, está associada a um discreto aumento do desenvolvimento do câncer de mama, assim como a obesidade.

O grupo de maior risco está entre as mulheres que têm histórico familiar, com parentes de primeiro grau diagnosticados com câncer de mama. Outro forte fator de risco, reconhecido pela medicina, é a exposição excessiva a hormônios – e aqui entram tratamentos que costumamos encarar como corriqueiros, como terapias de reposição hormonal e uso contínuo de anticoncepcional. Portanto, fique atenta e saiba fazer as perguntas certas ao seu médico.

Mulheres acima dos 50 anos ainda são maioria no enfrentamento do câncer de mama, mas a vida moderna está alterando essa tendência. Afinal, as mulheres mais jovens andam tendo menos filhos e amamentando menos. Assim, os seios vão sendo menos usados para sua função primordial e têm mais risco de desenvolver alguma anormalidade. Nesse raciocínio, é importante saber que não ter filhos ou engravidar tardiamente pela primeira vez, após os 35, também são fatores que aumentam a probabilidade de surgimento do câncer de mama.

Um estilo de vida saudável é fundamental para manter seus seios em perfeito funcionamento. Aí, sim, você pode incorporar também à rotina alguns cuidados estéticos, como aplicar cremes hidratantes, massageando-os diariamente. Durante a gravidez, período em que os seios aumentam bastante de tamanho, dobre a dose de hidratante ou óleo. Isso minimiza as chances do surgimento de estrias – aquelas faixinhas inconvenientes que teimam em se instalar quando a pele sofre um rápido estiramento. Exercícios de musculação que fortalecem o peitoral – músculo abaixo das glândulas mamárias – colaboram para que seus seios sigam firmes. Mas isso não dispensa o uso de tops e sutiãs apropriados. Lembre-se que a gravidade não é generosa.